5 coisas que você precisa saber sobre fotografia no cinema

Se você adora cinema, com certeza sabe que a fotografia é um recurso essencial para que um filme tenha um bom resultado. Mas se você é daqueles que gosta de ver filmes e não entende muito bem quando alguém comenta a frase: “Adorei a fotografia desse filme!” ou “O filme é até bom, só pecou na fotografia”, vamos te ajudar a entender um pouco sobre essa ferramenta presente nos filmes.

E acredite, ainda que você não perceba os detalhes técnicos, a fotografia faz uma diferença enorme e afeta a maneira como você enxerga o filme.

Mas afinal, o que é fotografia?

A fotografia é uma arte que consiste em registrar e reproduzir, através de reações químicas e superfícies específicas, imagens que se capturam através de uma câmara escura. O seu surgimento começou por volta de 1800, e perpassa pelo Inglês Willian Fox, que pesquisava a fixação da imagem em câmaras escuras utilizando folhas de papel cobertos com cloreto de prata, até chegar simultaneamente nos experimentos do francês Louis Jacques Daguerre, que descobriu que mergulhando as chapas reveladas numa solução aquecida de sal de cozinha, era possível obter uma imagem inalterável.

Tanto o processo de Fox como o de Daguerre, duravam horas para concluir. Hoje em dia é possível obter uma fotografia em um clique que dura poucos segundos.

Para entender melhor a relação da fotografia com o cinema, separamos 5 curiosidades sobre o assunto.

1 – Duas artes que se complementam

Assim como o cinema, a fotografia também é uma arte. Quando as duas se entrelaçam, cria-se o conceito de cinematografia, que corresponde a arte de capturar imagens em movimento, sobretudo no uso das técnicas de fotografia para composições visuais. É como registrar em um fotograma a história a ser contada. De acordo com Beto Perocini, Diretor de Fotografia da Forasteiro. “Juntamente com a pintura, a fotografia serve de inspiração para a cinematografia desde os primórdios da criação do cinema clássico”. Ou seja, não dá pra pensar em cinema sem pensar em fotografia.

2 – A Fotografia na cena

Quando um diretor lê o roteiro, absorve e o transforma em cena, precisa definir as características de conceito e estética logo na pré produção. Aí que entra os diretores de arte e fotografia, para trazer cada vez mais realismo à cena. Por exemplo. Em uma cena romântica onde necessite de um casal declarando-se com o pôr do sol ao fundo, será necessário que o diretor de fotografia estude as condições ideais do local, do posicionamento, da luz, da exposição, e de outros detalhes técnicos, para que a cena fique o mais próxima possível do ideal pensado pelo diretor do filme. Muitas produções trazem uma variação de clima e luz nas suas cenas, e por isso necessitam bastante de um cuidado maior com o preparo nas gravações. Um bom diretor de fotografia, garante um bom filme.

3 – O diretor

Beto Perocini dirigindo uma cena

O diretor de fotografia tem um papel importantíssimo nas gravações. Ele que vai pensar em todos os detalhes que já citamos acima, além de estar presente nas gravações para garantir que a execução atenda ao que foi planejado. Segundo Beto Perocini, é papel do diretor. “Controlar o processo de captação de imagens e ajudar a construir e registrar as cenas, levando para as telas um universo imaginado, bem como sua estética e atmosfera. Sua principal função é tornar o que antes era abstrato, em algo material”. Nada melhor do que quem entende do assunto para falar, né? Além do Beto, que é um ótimo diretor de fotografia, o cinema tem grandes nomes, como: Emmanuel Lubezki, Pierre Lhomme, _

4 – Primeira exibição da história

A história do cinema tem ligação direta com a fotografia, pois é a partir dela que o cinema surgiu. Lembra que falamos lá em cima que o cinema é a fotografia em movimento? O primeiro registro desse tipo foi realizado pelos irmãos Lumière, no século 19. A data de exibição do filme produzido por Louis e Auguste Lumiére foi precisamente em 22 de março de 1895. A gravação tratava-se da saída de funcionários da empresa Lumière, em Lyon, na França. Foi a primeira vez que uma imagem em movimento foi exibida na história.

A partir daí,as produções passaram a ser mais conceituais e se distanciar do cotidiano.

5 – Além do cinema

Muita gente pensa que a preocupação com uma boa fotografia é exclusiva do cinema. Engano! Qualquer produção de vídeo ganha muito mais qualidade quando pode contar com um diretor de fotografia. O nosso diretor, Beto Perocini, também falou sobre isso. “Ter um profissional qualificado em direção de fotografia na realização de um projeto, garantirá que os processos sejam realizados com qualidade, reduzindo custos operacionais”. Seja qual for o objetivo que um vídeo tem, a fotografia sem dúvidas irá auxiliar nisso. O resultado será visível na reação que o público irá ter após entrar em contato com o produto final.

Bônus: Confira o trailer de Diário de um Exorcista (2015)

Filme com Direção de Fotografia de Beto Perocini

Gostou desse texto? Confira mais no nosso Blog.
Conheça nossas produções aqui e contate-nos para um orçamento.

Posted in Blog.